Vitamina em Cápsula Faz Bem? Ou Não?

por Jose Luis Martino*

Sabe aquelas vitaminas em cápsulas que dizem fornecer “todas as vitaminas e minerais que seu corpo precisa” e são super caras? E aqueles suplementos que vez que outra aparecem como pílulas milagrosas para, desde perder peso, deixar o cabelo e a pele mais bonitos, até melhorar a saúde dos ossos ou do coração? Será que eles fazem bem mesmo?

Fica cada vez mais claro que não. As vitaminas em cápsulas não têm a mesma eficácia do que a alimentação saudável. O Ministério da Saúde não recomenda o uso desses suplementos. Os nutrientes devem ser ingeridos através de alimentos pouco processados ou in natura. Alimentos pouco processados são: o arroz, o feijão, a farinha etc. Alimentos in natura são: as frutas, as verduras e legumes, entre outros. Comer corretamente é muito mais saudável e muito mais barato do que investir em suplementos que não vão funcionar.

Não existe comprovação de que essas vitaminas em cápsulas fazem bem, mas existe de que elas podem fazer mal. Tomar cálcio em cápsulas, por exemplo, pode dar pedra nos rins. O cálcio geralmente é tomado como suplemento para fortalecer os ossos e evitar fraturas. Mas sabe o que é comprovadamente eficiente para evitar fraturas nos ossos? A prática de exercícios físicos. E pode ser leve, como uma caminhada de meia hora todos os dias. Melhor e mais barato!

Tem mais: Por não serem considerados remédios, os suplementos são muito menos fiscalizados. Isso quer dizer que nem sempre o que tem na cápsula é o que está dito no rótulo.

O usuário de suplementação também fica sujeito ao efeito adverso de interações medicamentosas. Quando a pessoa vai ao médico e o médico pergunta se ela toma algum remédio, ela não menciona a capsula de vitamina que toma todos os dias. O problema é que essa vitamina pode interagir com o remédio que o médico passar. Nos Estados Unidos, onde as cápsulas de vitaminas são mais populares do que aqui no Brasil, um estudo mostrou que é muito comum entre idosos casos de interação medicamentosa entre suplementos e remédios.

Resumindo: essas vitaminas, minerais e herbais em cápsulas são caros e não há comprovação que funcionem. Já os exercícios físicos regulares, como a caminhada diária, são comprovadamente eficientes para aumentar a densidade óssea, diminuir a pressão arterial, deixar o sistema digestivo saudável, entre muitos outros benefícios! Junto dos exercícios, a alimentação correta, arroz, feijão, legumes e verduras, é muito mais eficiente do que tomar aquela pílula de vitaminas. E mais barato também.

*Jose Luis Martino é o médico responsável pela OncoVitae. Também é oncologista no INCA e Hospital São Francisco de Assis na Providência de Deus.

Esse artigo foi publicado no jornal O Povo do Estado do Rio de Janeiro na coluna Saúde, Mel e Limão.

Sobre oncovitae

Clínica de oncologia em Botafogo, Campo Grande, Madureira e Tijuca - Rio de Janeiro. Consultas oncológicas, cururgia oncológica, quimioterapia, psiconcologia, nutrição oncológica. Convênio ou particular.

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s